Lição 16 – Os efeitos da adoração

À medida que a adoração é verdadeira e oferecida pelo Espírito ao único Deus, haverá efeitos provocados pelos benefícios dessa comunhão.

 Vamos aos benefícios de uma adoração verdadeira:

Segurança

Não podemos prever os acontecimentos de um dia e, muito menos de um ano ou uma década. Os salmos 42 e 43 apontam para adoração real como solução para a insegurança que todos enfrentamos diante das incertezas, num futuro desconhecido. À luz desta necessidade que todo ser humano tem, deve-se conclamar os adoradores, repetidas vezes, em cultos dos mais diversos, a uma fé viva no Deus Todo-Poderoso, que faz com que todas as coisas cooperem para o bem daqueles que o amam (Rm 8.28).

            A adoração edifica a fé sobre a rocha divina que opera em todos os acontecimentos, segundo o propósito de sua vontade (Ef 1.11).

Comunhão e reconhecimento mútuos

            O segundo efeito de uma adoração bíblica será a comunhão mútua na família de Deus (Atos 2 e 4, 1João). Adorar ao Pai estimula a apreciação pelos “filhos”. Se este não é o resultado do culto prestado pela igreja, pode-se concluir que ele não é verdadeiro, mais ilegítimo, uma simples forma sem essência.

Santificação

            Quem adora a um Deus santo deve ter a consciência de que a adoração deve ser feita em santidade. Em Isaias 6.5 ficamos impressionados com a convicção de pecado do profeta. “Ai de mim! Estou perdido!”. Esta expressão demonstra o desespero que dever ser normal a pecadores que se encontram na presença de Deus.

            A mulher Samaritana sentiu esta perturbação na presença de Jesus quando ele revelou o que ela tinha feito (Jo 4.29, 39).

            A santificação é um maravilhoso benefício de quem se dispõe a adorar em espírito e em verdade. A adoração nos aproxima do Senhor e essa aproximação nos faz enxergar nossos pecados e acende o desejo por santidade.

Visão transformada

            Quem vive na presença de Deus terá sua visão do mundo transformada. Aos poucos, enxergará tudo do ponto de vista divino. Paulo e Silas aparentemente tinham tudo para ficarem revoltados e tristes na prisão de Filipos. Mas, surpreendentemente, a visão que haviam obtido pela constante comunhão com Deus só deu motivos de louvores (At 16.25).

Evangelização

            O quarto efeito de um culto digno do Senhor será o desejo crescente do adorador de ser testemunha de Jesus Cristo e mensageiro das boas novas acerca dele.

            A adoração é a chave de ouro que motiva a evangelização. Os seres viventes e os vinte e quatro anciãos cantam o novo canto porque reconhecem a dignidade do Cordeiro, que comprou com seu sangue os que procedem de toda tribo, língua, povo e nação (Ap 5.9). Aqui na terra há um reflexo deste cântico em nossos cultos, mas frequentemente são palavras expressas com pouco amor, pouca comunhão e sem o estímulo do Espírito Santo.

Preocupação com a alegria de Deus

            Este é um efeito que deve ser almejado acima de todos os outros. Diz respeito a Deus, não a nós. Deus procura verdadeiros adoradores que o glorifiquem.

            A única maneira de verificarmos se Deus agradou-se de nosso culto é conhecê-lo tão bem a ponto de não haver possibilidade de erro. Jesus, ao contrario dos judeus, agradou sempre ao Pai porque ele o conhecia (Jo 8.55). Se nos apegarmos à verdade revelada na bíblia até o ponto de permanecermos na palavra (Jo 8.31), certamente chegaremos a conhecer melhor a Deus.

Fechamos nossa série de estudos baseados no livro Adoração Bíblica com esta lição. O ministério de música da Igreja Presbiteriana de Macaé foi bastante impactado e abençoado com os textos do Dr. Russell Shedd.

Saudações,

Gleison Carlos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s