Lição 5 – A essência do culto na Bíblia – Amor integral da mente

Mc12.30

Ef 4. 17 – 24

Nossa mente deve estar a todo tempo ocupada com a adoração. Adorar nos leva a meditar e conduzir nosso pensamento para as verdades de Deus e de Seu Cristo. Os valores que ocupam nossa mente devem nos levar a amar ao Pai. 1Jo 2.15

Desde a criação do mundo Deus manifestou os seus atributos, sua natureza divina e seu eterno poder na criação. Deus nos deu a capacidade intelectual para percebermos tal fato e glorificá-lo por isso. Não existe desculpas para não adorá-Lo. Rm1. 21

Segundo Arto Duba, professor do Seminário de Princeton, existem dois elementos que motivam a participação no culto.

  • O compromisso de se apresentar a Deus. É como um empregado que bate o cartão de ponto na entrada da empresa. Apresentou-se no culto e, consequentemente, está livre por mais uns dias.
  • O sentimento agradável de estar no culto. É um sentimento sutil de culpa afastada, como de quem faz um devido pagamento e depois saboreia o alívio.

O que deve nos motivar a adoração é o amor, não uma espécie de medo inconsciente, ou um mero compromisso, ou até algum presente divino por abrirmos mão de alguma coisa para estar no culto. Estes atos afastam completamente a possibilidade de um encontro real com o Deus da Bíblia, no lugar de nosso amor aumentar, irá imperar a dureza de coração. A frieza de morte, que atingiu a igreja de Sardes, paulatinamente tomará conta do culto. Ap3.1-6  Laodicéia também falhou na adoração, pôs até o anfitrião no lado de fora da porta! Ap3.20

O amor de Deus é o nosso modelo, é a nossa força. Ele se alegra com o nosso arrependimento. LC15. 7,10 Em Cristo estamos livres da condenação! Aleluia!

Amar a Deus com entendimento é um desafio constante. Somente é possível adorar a Deus através do “espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele”, pela iluminação dos olhos de nosso coração. Ef1.17-18

Deus derramou seu amor em nossos corações por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu. Não podemos adorar sem o Espírito de Deus. Seu Espírito testifica que somos filhos amados, perdoados e queridos do Pai. Rm5.5 e Rm8.14

Fonte: Adoração Bíblica, Russell Shedd

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s